“Jade” reúne escolas e jovens na formulação de propostas para o ensino médio PDF Imprimir E-mail
Por Administrator   
Seg, 03 de Setembro de 2007 11:32

Com o intuito de produzir reflexões e orientações sobre os caminhos possíveis para melhorar o ensino médio, desde abril de 2007, a Ação Educativa desenvolve o projeto “Jovens Agentes pelo Direito à Educação”, em parceria com 5 escolas estaduais da Zona Leste de São Paulo – Aroldo de Azevedo, Moacyr Campos, Reverendo Urbano, Padre Nildo e João Dias.

A iniciativa visa reunir professores, pais, ex-alunos e estudantes na construção de diretrizes que melhorem a qualidade das escolas e construam um ensino médio condizente com as necessidades de aprendizagem dos jovens. Para isso, está sendo realizado um conjunto de iniciativas para subsidiar a construção coletiva de propostas.

Estudantes e ex-alunos das escolas parceiras estão se qualificando para o debate. Vinte deles estão recebendo formação sobre o sistema público de ensino, direito educacional e níveis de ensino e seus públicos. Os jovens também estão se capacitando para a utilização da metodologia “Choice Work” – uma estratégia para envolver a população em diálogos deliberativos, que já foi utilizada inclusive pelo governo canadense para tomar decisões de políticas públicas.

A proposta é de que, em agosto, eles utilizem essa metodologia para promover diálogos com pais, professores, estudantes e equipe técnicas da escola sobre caminhos e possibilidades de um novo ensino médio.

Serão sete grupos de diálogo ao todo, cinco deles com estudantes do ensino médio e dois envolvendo diferentes segmentos: familiares, professores, equipes técnicas e gestores. Os participantes refletirão sobre três cenários possíveis para o ensino médio: 1) formação para o trabalho, 1) formação para o ingresso no ensino superior e 3) formação para a vida e para a cidadania.

Além disso, com apoio do Instituto Paulo Montenegro e Ibope, o projeto realizou uma pesquisa de opinião com 880 estudantes das cinco escolas envolvidas no projeto. No questionário, os alunos indicaram suas avaliações, desejos e demandas de formação. Os dados estão sendo tabulados e permitirão, junto com os resultados do diálogo, a construção de um diagnóstico e recomendações para mudanças curriculares no ensino médio paulista.

A aposta da Ação Educativa é que qualquer reforma ou mudança curricular deve, necessariamente, envolver a participação dos segmentos que estão na escola. Os grupos de diálogo são uma das estratégias para provocar o envolvimento e a participação das pessoas na discussão sobre o ensino médio.

Acreditamos que todos têm algo a dizer e que a partir do diálogo é possível construir alguns consensos coletivos, os quais devem ser orientar o processo de tomada de decisão pública.

Conjuntura

Dados do Governo Federal sobre o ensino médio no Brasil expressam a magnitude das dificuldades e problemas neste nível de ensino: nas provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2006, em uma escala de 0 a 100, a média nacional dos alunos foi de apenas 36,9 pontos; menor do que a verificada em 2005, de 39 pontos. O pior desempenho foi verificado entre estudantes de escolas públicas, com média de 34,94; jovens de escolas particulares obtiveram média de 50,57.

A evasão de jovens do ensino médio também é bastante expressiva. Quinze em cada cem jovens matriculados no ensino médio abandonaram os estudos em 2004, o que significa que 1,402 milhão de alunos deixou a escola num universo de 9,169 milhões de matrículas. É praticamente o dobro do registrado no ensino fundamental.
O quadro do ensino médio em São Paulo não é diferente: o Tribunal de Contas do Estado (TCE) verificou que as taxas de aprovação vêm caindo desde 1997, quando o índice de aprovação foi de 83,6%; em 2004, a cifra baixou para 78,3% e, em 2005, ficou em 77,4%, a menor já verificada ao longo da história do Ensino Médio. O Estado, que possui uma das maiores redes públicas de ensino do Brasil, não dispõe de dados mais favoráveis em avaliações como o Enem e tampouco menores índices de evasão, se comparado com a média nacional.

Última atualização em Seg, 21 de Novembro de 2011 23:54
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar