Encontro nacional reúne instituições que combatem o analfabetismo funcional PDF Imprimir E-mail
Seg, 22 de Agosto de 2005 21:00

As melhores práticas de promoção de leitura, escrita e matemática do País serão discutidas entre os dias 7 e 9 de setembro, durante o 1º Encontro Lema - Leitura, Escrita e Matemática para Alfabetização. No evento serão lançados os dados de 2005 do Indicador Nacional de Alfabetismo Funcional (Inaf), índice que mede a habilidade do brasileiro em leitura e escrita.

Os dados do Inaf são pesquisados desde 2001, fruto da parceria entre o Instituto Paulo Montenegro (IPM), vinculado ao IBOPE, e a Ação Educativa, mas neste ano há uma novidade: a divulgação dos números será acompanhada pela discussão de alternativas para o grau de alfabetismo funcional mapeado.

Um comitê de 33 especialistas em letramento, alfabetização, matemática e educação de jovens e adultos selecionou projetos para serem apresentados no encontro, com o objetivo de promover o intercâmbio de experiências e discutir atividades conjuntas para ampliar o alcance e a eficácia dos projetos por meio de uma rede nacional de combate ao analfabetismo funcional.

Convidado especial do Lema, o especialista internacional Scott Murray apresentará estudo comparativo sobre o analfabetismo funcional no mundo e a relação entre crescimento econômico, trabalho e alfabetismo funcional.

Além disso, serão lançados o Inaf Empresarial, ferramenta para medir o alfabetismo funcional em empresas, e o Prêmio Inaf para destacar os melhores projetos acadêmicos e teses sobre alfabetismo funcional.

O Lema é uma iniciativa do Instituto Paulo Montenegro, em parceria com a ONG Ação Educativa, a Unesco e o Instituto Razão Social, com apoio do Instituto Ethos, Gife, Rits, CBL, Undime, Consed, Udemo e Rede Solidária. O encontro acontecerá no auditório do IBOPE, na Alameda Santos, 2101, Cerqueira César, São Paulo – SP (Próximo à estação de metrô Consolação).

Alfabetismo Funcional

Segundo dados das pesquisas anteriores do Inaf, apenas 25% da população brasileira têm pleno domínio da escrita e leitura e 21% das habilidades de cálculo.

O Inaf considera alfabetizada funcional toda pessoa capaz de utilizar a leitura e a escrita para fazer frente às demandas de seu contexto social e usar suas habilidades para continuar aprendendo e se desenvolvendo ao longo da vida. O indicador oferece à sociedade informações sobre habilidades e práticas de leitura, escrita e matemática de homens e mulheres, de modo a subsidiar a formulação de políticas de educação e cultura e fomentar o debate público.

Veja a programação completa do encontro no www.lema.org.br

 

Última atualização em Ter, 14 de Agosto de 2007 16:13
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar