Relatório da Unicef sobre a infância no Brasil cita estudo da Campanha PDF Imprimir E-mail
Por Administrator   
Qui, 19 de Janeiro de 2006 21:00

Lançados no dia 14 de dezembro, os relatórios Situação da Infância Brasileira 2006 do Unicef (Fundo das Nações Unidas para Infância) cita o estudo CAQ (Custo Aluno Qualidade) desenvolvido pela Campanha, com a consultoria de José Marcelino Pinto, professor da USP Ribeirão Preto. O relatório nacional foi lançado em conjunto com o relatório sobre a Situação Mundial da Infância 2006.

O foco do relatório Situação da Infância Brasileira 2006 são os primeiros seis anos de vida da criança, fase fundamental para o desenvolvimento saudável do indivíduo. Já Situação Mundial da Infância 2006 tem como tema os meninos e meninas invisíveis e excluídos, ou seja, aqueles que não foram beneficiados pelos avanços mundiais obtidos nas últimas décadas. Clique aqui para acessar os relatórios do Unicef na íntegra.

Acesso com qualidade - O relatório sobre a situação brasileira conclui, com os valores do estudo de CAQ, que o gasto com educação infantil é insuficiente para garantir padrões mínimos de qualidade. Os dados apontam para a variação de gastos conforme a região, disparidade que reflete tanto no acesso como na qualidade da educação infantil. O Nordeste, por exemplo, gasta 560 reais por ano por estudante e o Sudeste, 1269 reais.

Também com os dados da Campanha, o relatório aponta que seria necessário crescimento de 474% nas vagas das creches e de 63% nas pré-escolas, para o cumprimento do PNE (Plano Nacional de Educação), de 2001. De acordo com a determinação do Plano, até 2011 metade das crianças de 0 a 3 anos devem estar em creches e 80% daquelas com idade entre 4 e 6 na pré-escola.

O diagnóstico do estudo da Campanha cita, ainda, falhas em alguns quesitos de qualidade. Em 2001 e 2002, apenas 43% das creches e 57% das pré-escolas públicas tinham sanitários adequados ao tamanho das crianças e metade delas possuíam parque infantil.

Apesar de ainda não ter sido divulgado - o Unicef teve acesso a dados preliminares - o lançamento do estudo CAQ está previsto para o primeiro trimestre deste ano.

Para mais informações, visite o site da Campanha.

Última atualização em Seg, 13 de Agosto de 2007 12:53
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar