No aniversário do ECA, direito à educação é pouco abordado PDF Imprimir E-mail
Por Administrator   
Ter, 29 de Julho de 2008 11:56
O enfoque maior se deu nas questões relacionadas a pobreza, violência e medidas sócio-educativas, e as violações dos direitos educativos ficaram restritas a tais contextos.

A abordagem mais abrangente foi realizada pelo Correio Braziliense, que mobilizou diversos profissionais para cobrir o tema, dedicou uma série de reportagens e promoveu um debate sobre o tema. Em 7 de julho, o enfoque foi o direito à educação e o fato de o Estatuto ter sido a primeira lei federal a garantir o direito à creche e à pré-escola para crianças de até seis anos. A iniciativa é importante dado que grande parte da demanda por creches e pré-escolas não é atendida no Brasil – o jornal afirma que somente 15% das crianças de até três anos estão matriculadas. Além disso, houve a preocupação em vincular o ECA à proteção dos direitos de pessoas de até 18 anos. A matéria ressalta que o estatuto também pode ser usado na exigência do acesso e garantia da qualidade do ensino fundamental e ensino médio.

Leia mais no boletim Ação na Mídia.
 
Última atualização em Ter, 29 de Julho de 2008 12:00
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar