Iniciativa pela valorização dos educadores latino-americanos é lançada em SP PDF Imprimir E-mail
Observatório da Educação
Por Administrator   
Ter, 08 de Novembro de 2011 00:00

A partir do diagnóstico de que a melhora da educação pública depende da efetiva valorização dos educadores e das educadoras, organizações de diferentes países da América Latina lançam Rede pela Valorização d@s Docentes Latino-american@s. O evento de lançamento foi realizado na quarta-feira, dia 9, na sede da Ação Educativa, em São Paulo.

A articulação já conta com pessoas e organizações integrantes de Argentina, Brasil, Equador, Paraguai, Chile, Uruguai, Nicarágua, Costa Rica e Peru, mas está aberta à participação de todos os países da região. Veja mais detalhes da programação abaixo e clique aqui para fazer o credenciamento.

“A agenda da valorização docente deve ser assumida por toda a sociedade, por isso a importância de se reunirem diferentes forças políticas nessa iniciativa”, ressalta Denise Carreira, coordenadora de Educação da Ação Educativa. Estão envolvidos na rede articulações e organizações da sociedade civil, educadores, associações e confederações sindicais docentes e pesquisadores. 

A Rede possui três eixos estratégicos de atuação: comunicação, pesquisa e articulação política. Como ação do primeiro eixo, foi criado o portal Vozes da Educação (www.vozesdaeducacao.org.br), que será apresentado no dia 9. Durante o evento, também serão divulgados dados de um primeiro levantamento sobre o tratamento dos meios de comunicação latino-americanos às questões docentes.

“Verificamos a ausência da voz dos professores na cobertura sobre educação de dez países da América Latina, embora esses profissionais estejam em posição privilegiada para opinar sobre o tema”, aponta Fernanda Campagnucci, editora do Observatório da Educação. No levantamento, foram identificadas como marcas do debate público a culpabilização dos docentes pela má qualidade do ensino e a abordagem pouco aprofundada de políticas voltadas à docência.  

O estímulo e o fortalecimento da participação docente na discussão e elaboração de políticas públicas são objetivos da articulação. Para dar visibilidade aos diferentes discursos e experiências, o portal Vozes da Educação trará depoimentos de professores/as (em áudio, vídeo ou texto) de diferentes lugares da América Latina – na Amazônia, no altiplano andino, no campo, nas capitais.

Debates e pesquisas

A cada 15 dias, um novo tema de debate será proposto no portal. O primeiro tema já está no ar: a adoção, pela cidade de Buenos Aires, da avaliação de desempenho de professores com vistas à bonificação por mérito. Será possível criar blogs na Rede, participar de comunidades e de fóruns de discussão temáticos. O cadastro pode ser executado em poucos passos. 

Em seu eixo de pesquisa, a Rede desenvolverá estímulo à produção e divulgação de estudos sobre a condição docente na América Latina, trabalhando também com pesquisas participativas em forma de consultas. Também vai construir um banco de estudos e publicações sobre a questão docente, além de trazer dados sobre a condição dos professores e das professoras na América Latina.

Alguns temas de debate foram escolhidos como prioritários:

* questões referentes à valorização dos docentes (sistemas de avaliação/bonificação e incentivos, ingresso e progressão na carreira, formação inicial e continuada, o papel do docente, condições de trabalho, formas de contato e remuneração, rotatividade e absenteísmo, entre outros).

* concepções pedagógicas (os paradigmas do ensino, relação docentes-família, relação entre a aprendizagem e a afetividade/cuidado).

* abordagem da educação como bem público (a relação entre o público e o privado, a educação como direito humano e o financiamento necessário para uma educação pública de qualidade).

Entre as organizações vinculadas à iniciativa, estão Ação Educativa (Brasil), CDI – Centro para el Desarrollo de la Inteligencia (Paraguai), CIDPA – Centro de Estudios Sociales (Chile), El Abrojo (Uruguai), Escuelas del Bicentenario (Argentina) e Fundación AVINA. Apoiam a rede a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), Campanha Nacional pelo Direito à Educação e Campanha Latino-americana pelo Direito à Educação.

Programação
Abertura: 9h00 – 10h00
Exposição dos objetivos e estratégias da Rede, lançamento do portal Vozes da Educação e divulgação de levantamento sobre os professores e professoras na imprensa latino-americana.

Debates

Com a participação de pesquisadores, educadores da rede pública, confederações sindicais, organizações e articulações da sociedade civil latino-americanas.

10h30 – 12h30 A questão docente na América Latina
Fátima Aparecida Silva (Internacional de Educação da América Latina – IEAL); Guillermo Williamson (Universidad de La Frontera, Chile); Marcelo Mosqueira (professor e diretor de escola pública em Buenos Aires, Argentina); Milton Luna, coordenador do Contrato Social pela Educação e integrante do comitê diretivo da Campanha Latino-americana pelo Direito à Educação. Mediação: Monica Zefferino (El Abrojo).

14h00 – 16h30 Uma agenda de toda a sociedade brasileira
Roberto Franklin Leão (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação – CNTE); Daniel Cara (Campanha Nacional pelo Direito à Educação); Eduardo Amaral (professor de Filosofia da rede estadual de São Paulo); Teresa Aliperti (professora do ensino fundamental I na rede municipal de São Paulo); representante do Movimento Todos pela Educação; Álvaro Hypolito (Red Estrado, UFMG). Mediação: Denise Carreira (Ação Educativa).

17h00 – Exibição especial do Filme Carregadoras de Sonhos
Produzido pelo SINTESE – Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Sergipe. Duração: 65 minutos.

Serviço

Lançamento da rede Vozes da Educação
Data/horário: 9/11/2011, das 9h às 18h.
Local: ONG Ação Educativa – Rua General Jardim, 660 – Vila Buarque. São Paulo, SP.
Veja a programação completa em www.vozesdaeducacao.org.br.

Contatos para imprensa

Ana Cláudia Mielki – Assessora de comunicação da Ação Educativa
(11) 3151-2333 ramal 160

Fernanda Campagnucci – Editora do Observatório da Educação
(11) 3151-2333 ramal 170, 175 ou (11) 7481-6726

 

Última atualização em Sex, 18 de Novembro de 2011 13:11
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar