Políticas Públicas de Juventude e Participação
Projeto Jovens Agentes pelo Direito à Educação realiza encontro com candidatos PDF Imprimir E-mail
Por Administrator   
Seg, 12 de Março de 2012 17:11

Foram realizados na Ação Educativa, na sexta-feira (9), dois encontro presenciais com candidatos a participar da 4ª edição do curso Jovens Agentes pelo Direito à Educação (JADE). O objetivo do encontro era explicar melhor as origens e os objetivos do projeto, além de fazer um bate papo com os jovens para selecionar os participantes.

O projeto, desenvolvido pela Ação Educativa em parceria com escolas públicas da Zona Leste de São Paulo, oferece formação para estudantes e ex-estudantes do ensino médio sobre temas relacionados ao direito à educação dos jovens, políticas públicas, qualidade da educação básica e articulação entre ensino médio, mercado de trabalho e ensino superior.

Além de aulas e debates, o processo de formação inclui atividades em que os participantes se engajam em ações feitas nas escolas públicas, em campanhas e processos de mobilização de outros jovens e na produção de informações que possam ajudar estudantes a pensar sobre educação, trabalho e acesso ao ensino superior. “É um processo de formação política, o que pode ser uma experiência interessante para jovens que têm vontade de se engajar em algum movimento ou iniciativa de participação social, mas nunca encontrou caminhos para isso”, explica Raquel Souza, coordenadora da iniciativa.

A estudante de Letras Camila Guedes, de 19 anos, se interessou pelo projeto pela possibilidade de debate sobre educação. “Espero ter aqui mais informações sobre a área de educação, outras visões sobre a escola e poder debater bastante.” De acordo com a estudante, isso contribuirá também com sua futura atuação profissional na área.

David Amaral dos Santos, de 17 anos, e Andressa Aline de Jesus, de 16, estudam juntos na Escola Estadual Ataulfo Alves, na Vila Rosário, zona leste de São Paulo. Eles se interessaram pelo projeto após participar de um programa da Fundação Tide Setúbal voltado para o debate entre jovens sobre temas como drogas, identidade, sexualidade, família e diversidade. “Queremos desenvolver um projeto assim nas escolas também. Levar o que aprendemos e praticar o ensino de jovem pra jovem”, diz Andressa.

Para participar do projeto JADE é necessário ter idade entre 16 e 20 anos e ser estudante ou ex-estudante de escolas públicas da Zona Leste de São Paulo. Para esta edição, houve 83 inscritos, mas o projeto tem capacidade de atender apenas 20 participantes com bolsa auxilio e apoio para despesas com transporte e alimentação.

De acordo com Raquel, a grande procura colocou o desafio de estabelecer critérios de seleção. “Todos os jovens que estiveram aqui estavam aptos, mas infelizmente só podemos atender 20 deles com bolsa auxílio”, diz. “Por isso, estabelecemos critérios objetivos, que são renda, faixa etária e disponibilidade e subjetivos: interesse pelos temas educação e juventude, para fazer a seleção.”

A equipe do JADE começou a entrar em contato com os candidatos na tarde desta segunda-feira (12) e a lista final de selecionados deve ser divulgada no site da Ação Educativa até o dia 19 de março.

Última atualização em Qui, 22 de Março de 2012 16:00
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar