N° 04 - Em Fortaleza, jovens mulheres reuniram-se para discutir tráfico e exploração sexual PDF Imprimir E-mail
Qui, 31 de Maio de 2007 21:00

Entre os dias 15 e 18 de junho, mulheres jovens de todo o país reuniram-se  em Fortaleza para discutir tráfico de pessoas e exploração sexual de mulheres. Foi a 6ª edição do Fórum Cone-Sul de Mulheres Jovens Políticas – Espaço Brasil, uma articulação de garotas que atuam em diferentes organizações, movimentos e espaços políticos.A escolha das jovens por uma temática espinhosa não se dá em meio ao acaso: são justamente as brasileiras com idade entre 18 e 21 anos as principais vítimas deste crime. É o que revelou um estudo feito nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás e Ceará pelo Ministério da Justiça e Escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crime (UNDOC).

A suscetibilidade desse grupo populacional encontra múltiplas facetas que dizem respeito à dificuldade das jovens acessarem seus direitos. São elas, por exemplo, o grupo que, mesmo com mais anos de escolaridade, encontra oportunidades menos favoráveis de trabalho, sobretudo se são negras. A mercantilização do corpo das jovens, por sua vez, comprova que o ideário de equidade e igualdade distancia-se frente à permanência de uma cultura machista.

O momento de discussão é bastante profícuo! Do lado do governo, em 2006, foi criada uma comissão interministerial responsável em elaborar um plano de enfrentamento do problema; a nova Ministra do Turismo (Marta Suplicy) assumiu seu cargo definindo, como prioridade de gestão, abrir frentes mais contundentes de combate ao turismo sexual. A sociedade civil, por sua vez, em especial o movimento de mulheres, tem pela frente a Conferência Nacional de Políticas para Mulheres; e, além disso, o Conselho Nacional de Juventude elegeu a jovem Elen Linth, como presidenta (que participou do encontro).
Com o intuito de dar visibilidade ao problema, à ação política das jovens e fortalecer atores dispostos a lutar pelo direito delas, a Ação Educativa, por meio do boletim Juventude na Cena apresenta nesta edição informações, opiniões e propostas para o enfrentamento do tráfico de seres humanos.

Mercantilização do corpo e do sexo é uma forma de opressão

Exploração do corpo e do sexo aumenta no cenário da globalização

Jovens representam maioria das traficadas

Trafico de seres humanos. O olhar de uma Jovem Feminista