Acontece na Ação
Ser humano não tem preço PDF Imprimir E-mail
Dom, 24 de Abril de 2005 21:00

Um vez por ano, desde 1964, cerca de 110 mil estudantes entre 14 e 19 anos de 900 escolas norueguesas fecham seus livros didáticos e abrem os olhos para problemas globais. Durante uma semana, o material do dia-a-dia é substituído por revistas, folders, textos e vídeos em seminários por todo país. Ao final do processo, o material dá lugar a outros instrumentos no Operations DaysWork – OD ("Operação Dia de Trabalho"), quando os estudantes trabalham em atividades da escola, como limpeza, carpintaria, cozinha entre outras, para arrecadar recursos a serem destinados para a campanha.

A iniciativa do OD é liderada por estudantes e voluntários com apoio da organização nacional de estudantes e em cooperação com organizações nacionais. Este ano, a Norwegian Church Aid (NCA) é a organização cooperante do projeto, responsável pelo tema escolhido pelos estudantes como alvo da campanha: tráfico de mulheres e crianças brasileiras para fins de exploração sexual e comercial.

O tema foi proposto num projeto desenvolvido em conjunto com a Ação Educativa e outras organizações brasileiras: Instituto Sócioambiental, Diaconia, Viva Rio e Serviço a Mulher Marginalizada (SMM), que visa trabalhar com foco na juventude e abordagens transversais de educação e cultura, diversidade, violência e direitos humanos.

Desde o dia 20, duas representantes brasileiras estão em Oslo para acompanhar a organização do OD nos preparativos para a mobilização, que acontece em outubro. “Estamos colaborando para que a informação passada aos jovens seja a mais fiel possível da realidade brasileira”, afirma Marília Melhado, da revista Caros Amigos, que viajou representando o SMM.

“Quanto mais nos aproximamos, mais vemos que este é um problema grave e de grandes proporções no Brasil e que precisamos ajudar a combater, porque diz respeito a todos nós”, afirma Kristin Rannem, líder do OD na Noruega, que esteve no Brasil visitando as entidades envolvidas no projeto. Michelle Prazeres, da Ação Educativa, diz que “foi importante percebermos que tipo de expectativas eles tinham de nós a partir do que ouviam falar do Brasil e como eles nos vêem agora, de forma mais próxima, mais subjetiva. Isto motiva e entusiasma os estudantes para um trabalho com um tema tão delicado”. Ela ainda disse que além de oferecer uma visão mais próxima da realidade brasileira e auxiliar na elaboração do material da campanha, a viagem permite ter um contato mais próximo com os jovens e conhecer a dinâmica de trabalho deles para, na volta ao Brasil, prosseguir trabalhando num projeto de maneira coesa.

No final de semana dos dias 23 e 24 de abril, em Oslo, as brasileiras participaram de um seminário com 80 estudantes entre membros do comitê nacional do OD e representantes dos conselhos escolares de todo país. Neste seminário, os jovens começam a planejar a semana internacional de outubro, que culmina no Dia de Trabalho, previsto para o dia 27. Katrine Ringhus, estudante do ensino médio, de 19 anos e membro do comitê nacional do OD, acredita ser “fundamental que os jovens vejam a cara do problema, que tenham contato real com o que esta acontecendo, em depoimentos de pessoas que vivem o problema no cotidiano. É diferente de ler e ver fotografias. É mais envolvente, mais produtivo, mais gratificante quando vemos que de fato podemos ajudar”. Para Katrine esta é a forma ideal de lidar com um problema tão delicado. “Sabemos que somos público consumidor. Como dizer isso para jovens de 14 anos? Que talvez seus pais estejam ajudando a perpetuar esta desumanidade? Não podemos dizer isso assim, mas podemos mostrar a realidade como ela de fato é, para que eles tenham vontade de mudar”, diz.

Em junho, três integrantes do comitê nacional viajam ao Brasil e voltam para uma nova série de reuniões pelo país. Em outubro, 20 jovens brasileiros viajam para a Noruega para os trabalhos da semana internacional e do OD. A campanha pretende subsidiar um projeto de longo prazo com as entidades brasileiras envolvidas na mobilização.

Última atualização em Ter, 14 de Agosto de 2007 16:37
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar