Ação em Rede
Lançado documentário sobre inclusão da história afrobrasileira no currículo escolar PDF Imprimir E-mail
Por Administrator   
Qua, 19 de Abril de 2006 21:00

Mais de 250 pessoas, entre pedagogos, pesquisadores, professores e estudantes de universidades, jornalistas e representantes de ONGs, do poder público municipal, estadual e federal, entre eles, o Ministério da Cultura, o Cenpec, o Museu Afro-Brasil, a Secretaria de Educação do Município de São Paulo, a Assembléia Legislativa de São Paulo, a Unicamp, a Uninove, e a USP estiveram presentes no Itaú Cultural, no dia 11 de abril, em São Paulo, para o lançamento do documentário Sou Negro e do livro Pedagogia Griô : a reinvenção da roda da vida. O evento fez parte da Ação Griô Nacional (www.graosdeluzegrio.org.br) e foi realizado pela Itinerante Filmes e a Associação Grãos de Luz e Griô.

O documentário produzido pela Itinerante Filmes em parceria com a Associação Grãos de Luz e Griô motivou risos, palmas, silêncios reflexivos, lágrimas e muita identificação por parte do público. Após a exibição do documentário foi realizado um bate-papo com Cidinha da Silva, diretora do Instituto Kuanza, Acácio de Almeida, vice-coordenador da Casa das Áfricas, Milton Alves, assessor do Programa Juventude da Ação Educativa, Rachel de Oliveira, coordenadora do Grupo de Educação para a Diversidade Étnico-Racial da Secretaria de Educação do Município de São Paulo, e ainda Líllian Pacheco e Márcio Caires coordenadores da Associação Grãos de Luz e Griô.

Foram levadas questões importantes a respeito da alteração da Lei de Diretrizes Básicas da Educação em 2003, que torna obrigatório o ensino de história e cultura africana e afro-brasileira em todas as escolas do país. Essa mudança justificou, na pequena cidade de Lençóis, a busca desde 2001 pela integração da tradição oral e da cultura local no currículo municipal, essa experiência é contada no livro Pedagogia Griô.

Cidinha da Silva relevou a importância da diferenciação de conceitos entre cultura negra, cultura popular e cultura de massa, além do redimensionamento da África e sua diversidade cultural. Cidinha relevou ainda o estudo de Dom Oba, príncipe afro-baiano nascido em Lençóis e a tradução deste estudo no contexto da tradição oral do município.

Acácio de Almeida focou sua fala na autoridade das crianças e velhos que o documentário anuncia e denuncia, e sua comoção ao ver a vivência das pessoas envolvidas na descoberta das origens de suas identidades, citando um verso que Taise canta no documentário: “passarinho voa, eu também quero voar”. Milton pontuou ainda uma questão crucial: “De que África vamos falar?”

Rachel de Oliveira valorizou a metodologia de educação que a associação utiliza para a produção do conhecimento, que vai sendo incorporado a partir do fortalecimento da identidade, vinculando a história e o cotidiano.

Milton Alves analisou a originalidade da iniciativa de construir sentidos positivos de histórias vivas, através do olhar e registro audiovisual sobre a construção de um currículo historicamente localizado. Expressou como o documentário tocou fundo na sua própria identidade. Destacou como apontamento do filme uma pedagogia da paciência, onde o erro é possível e compreendido como construção de conhecimento e o diálogo é tão relevado quanto o silêncio.

Líllian Pacheco falou da contribuição do debate para o desenvolvimento da Pedagogia Griô que a associação vem construindo com referências na educação biocêntrica, educação afro-brasileira, arte educação e na tradição oral africana, uma pedagogia que sugere qualidades levantadas pelos palestrantes presentes e que estão presentes no documentário e no livro.

Márcio fechou o bate-papo se apresentando como um griô aprendiz, louvando os mestres e griôs lençoenses que o ensinaram, e citando saberes de tradicionalistas africanos. Ao final do evento todos os presentes receberam o livro anexo ao DVD com o documentário.

Crédito: Líllian Pacheco.

Para conseguir o DVD:
Manoela Ziggiatti
Itinerante Filmes
tel. (11) 3862-5935
Para conseguir o livro, que é acompanhado do DVD:
(75) 3334-1040 / 1719 - email: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
No endereço abaixo, há possibilidade de baixar o livro.
www.graosdeluzegrio.org.br

Saiba mais:
Filme documenta projeto de inclusão da história afrobrasileira no currículo escolar

Última atualização em Ter, 14 de Agosto de 2007 14:20
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar