Ação em Rede
Paradigma do Cuidado deve orientar políticas públicas PDF Imprimir E-mail
Por Administrator   
Ter, 12 de Abril de 2011 08:32
Novas formas de relação do ser humano com o meio ambiente e com os outros seres vivos estão sendo discutidas a partir do Paradigma do Cuidado e do Movimento Bem Viver. Ação Educativa realizou encontro sobre o tema.

Realizado entre 21 e 23 de março, em Guarulhos (SP), o Conservatório “El Cuidado: Paradigma Ético de la Nueva Civilización” reuniu 25 participantes dentre ativistas de movimentos sociais e organizações civis, empresários, gestores e administradores públicos do Brasil e de outros países da América Latina.


“O paradigma do cuidado propõe que repensemos a vida humana no planeta numa nova relação não-predatória com o meio ambiente e com outros seres vivos”, explica Denise Carreira, coordenadora de educação da Ação Educativa, que representou a entidade nas atividades do seminário. O seminário foi promovido pela Avina e realizado pela Ação Educativa.


Segundo ela, esse é um debate que ganha cada vez mais peso na América Latina, em especial nos países Andinos como Chile, Bolívia e Equador, onde se discute e se desenvolve o Movimento do Bem Viver. “Trata-se, portanto, de uma nova concepção de sociedade, que questiona e supera o consumismo e que propõe uma qualidade de vida comprometida com o cuidado com a vida e com a sustentabilidade ambiental e social do planeta”, conta.


É dessa convergência dos conceitos de “bem viver” trazidos dos países andinos e do conceito de “cuidado” que esta sendo discutido no Brasil e em outros países, que se debateu no evento, por exemplo, a necessidade de resgatar a cosmovisão indígena e a presença dos mitos ancestrais, que mantinham forte conexão com a natureza, a terra, os animais. Outra necessidade é a de ampliar os conceitos de direitos humanos e democracia, envolvendo a relação com o planeta e com todos os seres vivos.


Nova ética


Teólogo Leonardo Boff fala sobre a necessidade de um nova éticaNão por acaso, em tempos de catástrofes naturais e alterações promovidas pelas mudanças climáticas, o teólogo Leonardo Boff, um dos conferencistas do encontro, falou da necessidade de construir uma nova ética. Ele apresentou dados que indicam que as mudanças no clima causadas pelas ações humanas já avançaram mais do que era previsto em 2007, quando fora lançado o Relatório de Mudanças Climáticas pelo IPCC (sigla em inglês para Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas). Em resumo, a apresentação de Boff chamou a atenção dos participantes para o lema do encontro: “Ou cuidamos ou perecemos”.


Além de trocar experiências e refletir sobre o que está sendo pensado atualmente no que diz respeito ao cuidado e ao bem viver, os participantes definiram uma agenda de novos encontros.


Também está sendo realizado um mapeamento de quem está pensando o Paradigma do Cuidado na América Latina. Para saber mais acesse o site: http://www.sabercuidar.net/ e acompanhe as discussões.

Clique nos itens abaixo para baixar matérias sobre o evento.

O Cuidado resgata aos mitos e conhecimentos indígenas

As empresas e o Cuidado

O dever de cuidar dos direitos 


As modalidades do Cuidado

A cultura como Cuidado

A disposição para entender as culturas da cultura

“Conversatório” pensa um processo em longo prazo

A arte que cuida

Última atualização em Ter, 12 de Abril de 2011 09:31
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar