Ação em Rede
Seminário debate privatização da educação na América Latina e Caribe PDF Imprimir E-mail
Por Administrator   
Sex, 15 de Junho de 2012 15:33

Nos dias 28 e 29 de junho, a Campanha Latinoamericana pelo Direito à Educação (CLADE) realizou, em parceria com a Open Society, o seminário Privatização da Educação na América Latina e Caribe, na cidade de Santiago do Chile.

A Ação Educativa esteve presente, junto com vários outros atores envolvidos no tema, para debater a realidade da privatização na região, identificar áreas de pesquisas urgentes e explorar formas de promover o ativismo contra a privatização e a favor da educação pública.

O debate começou com uma problematização sobre a mercantilização, considerando-se a heterogênea da América Latina e do Caribe, e os impactos sociais gerados pela retirada do Estado como principal garantidor da educação. A maioria das falas apontou que, embora a região esteja vivendo um período de crescimento econômico intenso, isso não tem se refletido na garantia de direito a uma educação de qualidade, universal e gratuita.

A maioria das organizações participantes apontou existir um aumento da mercantilização na educação, não apenas através de parcerias público-privada, mas também pela compra de instituições de ensino por agentes privados e pelo aumento da participação de atores privados na gestão dos serviços públicos.

Para os participantes do seminário, esse tipo de atuação do setor privado na área educacional tem como objetivo promover a formação de trabalhadores e consumidores e desvia a educação de seu objetivo principal: formar cidadãos e cidadãs com plenos conhecimentos e capazes de fortalecer a democracia. Além disso, a influência privada também se observa por vias indiretas, como a transferência de ideias e métodos privados para o sistema público.

Um dos pontos levantados pela CLADE foi a necessidade de realizar ações que fortaleçam a integração entre o campo acadêmico e o ativismo. Desta forma, afirmam, é possível buscar a legitimação de argumentos e demandas - através de bases concretas disponibilizadas pela pesquisa -, fortalecer as denúncias e garantir a efetivação de direitos humanos.

A sistematização completa do seminário está disponível no site da CLADE.

Leia também:

Desafios de valorização docente são comuns aos países latino-americanos

Desigualdades de gênero na educação brasileira são discutidas na OEA

Relator da ONU pelo Direito à Educação fala sobre a discriminação nas escolas nos países da América


Última atualização em Qua, 27 de Junho de 2012 17:49
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar