Ação na Escola
Polos do Nepso no México e no Chile realizam planejamento de 2012 PDF Imprimir E-mail
Por Administrator   
Seg, 26 de Março de 2012 17:36

Coordenadores da Rede Nossa Escola Pesquisa sua Opinião (Nepso), do programa Ação na Escola, participaram neste mês de atividades de planejamento dos núcleos do México e do Chile, para consolidar ações nestes países e integrá-los com os outros polos da rede.

No México, foi fechada uma nova parceria entre a Pró-Educación, que coordena o polo local, e duas educadoras da Altramuz: Maria Elena Durán Rico e Maria Morfim Stoopen. Elas terão a missão de ajudar a implantar um novo modelo de pesquisa de opinião nas escolas, que dê uma ênfase maior à dimensão pedagógica do projeto.

“As novas educadoras têm grande experiência em promover a participação e isto deve enriquecer muito o aprendizado de todos os envolvidos nas etapas de pesquisa”, afirma Marilse Araújo, coordenadora Nacional e Internacional da Rede Nepso.

De acordo com Marilse, que esteve no México entre os dias 12 e 14 de março para acompanhar o planejamento, haverá uma oficina com os professores que já compõe a Rede Nepso no país em maio e, em setembro, quando começa o ano letivo, haverá uma formação para novos professores. A segunda atividade contará também com a participação de professores das escolas associadas à Unesco no México.

Chile

Nos dias 16 e 17 de março, foi realizado na Universidad de La Frontera, na cidade de Temuco, o Encontro Inicial de Avaliação e Planejamento do Polo Chile do Nepso. Além de planejar as atividades para o ano de 2012, a reunião serviu para formação de novos professores da rede.

No primeiro dia, o professor Guillermo Williamson, coordenador do polo Chile, apresentou a proposta do Nepso, de uso da pesquisa de opinião como ferramenta pedagógica. Em seguida, Renato Nascimento, assessor do projeto na Ação Educativa, apresentou um panorama das atividades desenvolvidas pelos demais polos da rede, sobretudo o polo São Paulo, e a metodologia da Pesquisa Multipaís, que envolve grupos de estudantes e professores de países diferentes em torno de uma pesquisa de opinião com um tema comum.

Segundo Renato, os professores chilenos estão bastante interessados na possibilidade de realizar a Pesquisa Multipaís com algum dos polos brasileiros do Nepso. “Fica o convite para os polos interessados em realizar a [Pesquisa] Multipaís”, afirma Renato.

Última atualização em Seg, 26 de Março de 2012 17:41
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar