Observatório da Educação
Autora de avaliação infantil criticada por pesquisadores virá ao Brasil convidada pelo Governo PDF Imprimir E-mail
Por Administrator   
Sex, 25 de Novembro de 2011 15:03

Jane Squires, uma das autoras do ASQ-3 (instrumento de avaliação do desenvolvimento infantil que o Observatório pautou neste mês) virá ao Brasil no início de dezembro. A Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência (SAE) a convidou ir a Brasília no dia 05 de dezembro, para uma apresentação do instrumento.

Esse método refere-se à avaliação de crianças de dois meses a cinco anos e meio de idade, através de um instrumento criado, em 1997, nos Estados Unidos. O ASQ-3® é utilizado em 31 estados dos EUA, segundo o próprio site do método, e em diferentes países do mundo como Quênia, Zâmbia, Equador e Chile. No Rio de Janeiro, foi aplicado a 46 mil crianças de creches (de 0 a 3 anos), e agora será expandido às pré-escolas (4 e 5 anos).

O modelo é tomado como referência para a SAE, que trouxe a discussão para o Seminário Cidadão do Futuro, realizado em Brasília no mês de outubro. O fato tem gerado críticas dos profissionais e pesquisadores do campo da educação infantil, que condenam a avaliação de crianças.

O Movimento Interfóruns de Educação Infantil do Brasil (Mieib) tem se mobilizado contra a recente onda de avaliações infantis desde que o ASQ-3 foi aplicado no município do Rio de Janeiro.

Em outubro, a SAE realizou seminário sobre educação infantil que abordou esse assunto, e na época o Mieib entregou um manifesto contrário a essas ideias à Secretária de Direitos Humanos, Maria do Rosário. Malu Flores, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, que também participa do Mieib, diz que o Movimento está confeccionando nova carta sobre esse assunto: “em nosso Encontro Nacional ocorrido em Salvador na semana passada, discutimos o assunto e encaminhamos algumas ações propostas em nossa Carta de Salvador, que em breve será divulgada”.

O Movimento ainda entregou uma carta à presidenta Dilma, que esteve em Salvador semana passada: “um grupo de representantes de nosso Colegiado teve a possibilidade de ir ao seu encontro, entregando em mãos os documentos de que dispomos no momento: Manifesto do Mieib pela Educação Infantil, e posicionamentos dos Fóruns do Rio de Janeiro e de São Paulo sobre o uso do ASQ-3”, informou a professora.

Do Observatório da Educação
Qui, 24 de Novembro de 2011

 

Última atualização em Qua, 30 de Novembro de 2011 18:55
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar