Cultura
Eu africanizo São Paulo PDF Imprimir E-mail
Sex, 30 de Abril de 2004 21:00
O grande destaque da edição deste mês da Agenda Cultura da Periferia é o WAPI. Clique aqui para ver a programação.

Editorial

O grande destaque da edição deste mês é o WAPI, sigla em inglês de Words and Pictures, ou seja, palavras e imagens. Evento multilinguagem de afirmação da cultura afro-diaspórica que começou em Nairobi, no Quênia, se espalhou pela África Subsaariana, chegou a países da diáspora, como Estados Unidos e finalmente acontecerá no Brasil. Uma grande iniciativa idealizada pelo rapper Panikinho que, ao participar em 2007 do Forum Social Mundial em Nairobi, fez contato com os organizadores do evento e articulou a realização da parada no Brasil, tendo a Soweto como promotora. A preparação do WAPI teve como base a campanha publicitária “Eu Africanizo São Paulo” com imagens de diversas pessoas ligadas à cultura afro no Brasil, clicadas pelo fotógrafo Guma. Uma galeria com mais de 100 fotos que estão bombando na Internet. O WAPI terá três dias de programação no CEU Inácio Monteiro na Região de Guaianazes e Cidade Tiradentes nos dias 12, 13 e 14. Imperdível!

Na seção Hip Hop o destaque é o antológico show que reunirá ( isso mesmo, junto e misturado ) Dexter e Racionais MC’s. A chapa vai esquentar na Zona Leste, onde vai rolar este histórico espetáculo. Quem foi no show do Racionais no grande festival Black na Cena, mês passado no Anhembi já teve uma prévia do que vai rolar no dia 7. Não percam.

O samba já não pede passagem. Seção com maior número de páginas, vem como sempre recheada de atrações. São quase 20 comunidades com destaque para o Pagode da 27 que comemora seu aniversário. O Grajaú vai ferver ao som da cuíca e tamborim. E tem mulher na área: dia 05 se apresentará na Ação Educativa As Amigas do Samba, roda de samba feminina que confirma a ascensão das mulheres nas comunidades.

Cinema e Vídeo traz o aniversário do Cine Palmarino e programação especial do Cinema na Laje. Todo mundo sabe que o Zé Batidão é a sede do Sarau da Cooperifa e do Cinema da Laje, mas nem todo mundo sabe que lá rola o Samba de Quinta. E menos ainda se sabe que lá acontece, há seis meses, a Sexta Sertaneja. Se você aprecia uma boa música caipira, viola sertaneja, cantoria com temas do Interior de antigamente, não deixe de aparecer. É toda sexta-feira. Leve a família e jante por lá, pois neste dia é servido um prato típico delicioso: frango com quiabo e angu.

Se você quiser conferir a noite sertaneja no Zé Batidão, já nesta sexta, dia 5, passe antes no lançamento do mais novo livro do poeta Sergio Vaz: Literatura, Pão e Poesia que acontece neste dia no CEMUR no Taboão da Serra. O grande poeta da Cooperifa, com este livro, aventura-se na prosa, demonstrando o mesmo talento que tem na poesia. E por falar em literatura, quem lança livro também é o Alessandro Buzo. Trata-se da obra Do Conto à Poesia no qual o autor estreia nesses gêneros literários. Completa a temporada de lançamentos de literatura, o esperado livro da poeta e atriz Ana Paula Risos: Quem Roubou Quem. Ela fará uma turnê pela periferia e dois lançamentos no Centro, um deles na Ação Educativa.

Esta edição da Agenda Cultural da Periferia está transbordando como um saco de pipoca, o doce de leite do churros, a espuma da cerveja no copo. Deve ser o advento da primavera, estação da abundância de cores, flores e aromas. Mas o inverno tem seu charme. No frio, a criatividade aguça corações e mentes. Prova disso está nessas páginas do nosso guia cultural das quebradas. Delicie-se!