Mitos e Lendas Brasileiras PDF Imprimir E-mail
Qui, 17 de Maio de 2007 19:19

texto de intro

Imaginário D’África e realidade brasileira
Coordenação: Mauricio Waldman - Geógrafo, com doutorado na USP e professor universitário
Dia: 24 de março, das 9h as 13h
Valor:
R$ 10,00
A oficina propõe um questionamento das imagens que cotidianamente são reproduzidas quanto à África e seus povos. Tal questionamento diz respeito diretamente ao Brasil, país cuja identidade se relaciona diretamente com os povos e culturas africanas. Com vasto conhecimento sobre o tema, o coordenador buscará desconstruir percepções e esteriótipos sobre a África, muito disseminados no Brasil pela Mídia e outros meios de difusão, inclusive a Escola.

 



Lendas no Varal
Coordenador:
Luciano Costa – Contador de história, escritor e arte-educador.
Dia: 14 de Abril das 9h as 13h.
Valor: R$ 10,00.
Oficina de contação de histórias permeada por cordéis que retratam lendas brasileiras. Apresenta um conjunto de dinâmicas e vivências de construção coletiva de estórias para a prática do criar e contar. Um divertido e interativo processo de experimentação de linguagens para expressar e cultivar as tradições orais.


 

Mito e pensamento no Brasil indígena
Coordenador:
Rogério Pateo – Antropólogo com doutorado na USP e professor universitário.
Dia: 31 de Março das 9h as 13h.
Valor: R$ 10,00.
Entre os grupos indígenas que habitam o território brasileiro, o universo mitológico, mais que um conjunto de lendas fantásticas, configura uma forma de pensar e agir sobre o mundo. Povoados de criaturas extraordinárias, as narrativas míticas expõem um tempo/espaço de indiferenciação no qual as transformações vão, pouco a pouco, produzindo a arquitetura cósmica dos tempos atuais. Esta oficina apresentará as principais abordagens antropológicas sobre o tema, buscando fornecer ao participante um repertório amplo e atual dos mitos indígenas brasileiros.

 

 


Nordeste brasileiro e suas lendas
Histórias e estórias que o povo conta
Costa Senna
Dia:
19 de abril, 19h30
Contando e cantando, Costa Senna abrirá um baú de estórias fantásticas em torno de figuras históricas do Nordeste, imortalizadas na memória do povo e
esquecidas ou destorcidas pelos livros. Lampião e seu bando; Padre Cícero e o Beato Zé Lourenço se destacarão entre outros personagens populares.
Entrada: Gratuita

 

 

 

Grafite
Desde a criação do Centro de Juventude, a Ação Educativa tem dado espaço a essa manifestação artística. A partir de 2004, o Dia Nacional do Grafite é comemorado na instituição com a presença de diversos artistas da antiga escola e grafiteiros da nova geração. Diversas correntes, desde o stencil ao stiker se encontram para celebrar o ícone maior do grafite Alex Vallauri, morto em 1987.

e-mail: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

 

 


Literatura Periférica
Movimento literário também conhecido como Literatura Marginal, vem ganhando espaço na Ação Educativa desde 2004 quando Alessandro Buzo, Sacolinha, Allan da Rosa, entre outros talentos realizaram aqui o lançamento de suas publicações. Em outubro de 2005 foi realizado no Centro de Juventude, o I Encontro da Literatura Periférica de São Paulo com a presença de Sergio Vaz, Ferrés e de Raquel Trindade.

e-mail: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Nascido em 18 de abril de 1882, Monteiro Lobato receberá uma homenagem das instituições que integram o Circuito Vila Buarque de Educação e Cultura, e de outras entidades. Além das duas atividades abaixo descritas, durante todo o ano de 2007 acontecerão uma série de outras iniciativas tendo como tema central o Saci. Dessa forma lembraremos outra efeméride relacionada ao Monteiro Lobato: os 90 anos da publicação “Inquérito do Saci”, obra por ele organizada. Este é seu primeiro livro e abriu caminho para sua vasta produção de escritor e de editor. Viva o Saci!

 

Exposição
As ilustrações do Saci na obra de Monteiro Lobato
Curadoria: Oiram Antonini
Sendo Lobato um inovador no mercado editorial brasileiro e na literatura infantil, esta exposição visa exemplificar este processo. O Saci traduz
o esforço do autor em tornar agradável a leitura destinada às crianças. Foram selecionadas para esta Exposição a criação de vários ilustradores: Voltolino; J.U. Campos; André Lê Blanc; Paulo Ernesto Nesti; Manoel Victor Filho; Odiléia Helena Setti Toscano, entre outros que desenharam este ilustre personagem pertencente ao imaginário popular.
Evento de abertura: 18 de abril, 19h30.
Período de Exposição: De 19 de abril à 18 de maio.
Entrada: Gratuita.

 

Oficina
Monteiro Lobato: um libertário
Partindo do “O Inquérito do Saci”, primeiro livro de Monteiro Lobato, publicado em 1917 e da pesquisa que originou a obra, a atividade apresentará o percurso literário do Autor, seu princípio gerador e suas principais criações. A saga do escritor, ativista político, editor e polemista, serão abordados nesta oficina.
Coordenação: Oiram Antonini – poeta e pesquisador da Biblioteca- Infanto Juvenil Monteiro Lobato
Dia: 28 de abril, das 14h as 18h
Local: Biblioteca Monteiro Lobato – Rua General Jardim 485
Valor: R$ 10,00

 

O Dia do Grafite (Lei Municipal 13903/2004) reverenciará de modo especial a obra do grande precursor do grafite no Brasil, Alex Vallauri, morto em 1987. Cerca de 30 artistas farão a já tradicional pintura do painel do Hall da Ação Educativa e terão trabalhos em tela apresentados numa Exposição que tem a curadoria de Celso Gitahy, Tota, Maomex e Thiago com texto do crítico e produtor Paulo Klein.


Evento de abertura: 27 de Março, 19h30.
Período de Exposição: 28 de Março à 17 de Abril.

 

 

Imagens de uma vida simples
Documentário do Coletivo NCA – Núcleo de Cultura Alternativa, apresenta com densidade de informação e delicadeza, a vida e a obra de Solano Trindade, poeta, dramaturgo e ator negro, um dos artistas mais importantes do Século XX no Brasil.

Imagens de uma vida simples (38’)
Roteiro, produção e direção: NCA
Evento de exibição: 20 de abril, 19h30 seguido de debate com os realizadores e convidados

 


Hip Hop

Manifestação artística com grande visor de mobilização, é praticada por inúmeros grupos e posses presentes em toda a periferia da região metropolitana. Um movimento que a mais de 20 anos estabeleceu raizes em terra paulistana e que se renova a cada momento, prezervando porém a sua essencia que é a harmonia dos seus 4 elementos: Dj, Grafite, Mc e BBoy e a consciência social que motiva o engajamento de seus protagonistas.
E-mail: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

 


Rodas de Samba de Comunidade

Há inúmeras rodas tanto nas comunidades mais pobres como nos bairros mais badalados. Participam do Núcleo as seguintes rodas: Samba da Vela (Santo Amaro); Pagode do Cafofo (Aricanduva); Samba da Laje (Vila Santa Catarina); e Berço do Samba (São Mateus) que juntas realizam o Encontro de Rodas de Samba que acontece no dia 02 de dezembro, além de outras atividades.
E-mail: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.


 

Lendas Brasileiras
O autor reuniu nesta obra recentemente reeditada, algumas das inúmeras e fascinantes lendas contadas pelo povo brasileiro, recolhidas e recontadas por ilustres escritores como João Simões Lopes Neto, Augusto de Lima Jr., Afonso Arinos, Olavo Dantas, entre outros.



Luis da Câmara Cascudo
Global Editora
www.globaleditora.com.br


Obra fundamental para a compreensão da permanência e das transformações por que passam as tradições que formam a teia dos costumes e da cultura popular. Escritos com erudição e estilo elegante, os ensaios reunidos neste livro celebram o brilhante trabalho deste historiador inglês morto em 1993, muito conhecido no Brasil pelo seu clássico “A Formação da Classe Operária Inglesa”.

E.P. Thompson
Companhia das Letras
www.companhiadasletras.com.br

 

Costumes em comum
Obra fundamental para a compreensão da permanência e das transformações por que passam as tradições que formam a teia dos costumes e da cultura popular. Escritos com erudição e estilo elegante, os ensaios reunidos neste livro celebram o brilhante trabalho deste historiador inglês morto em 1993, muito conhecido no Brasil pelo seu clássico “A Formação da Classe Operária Inglesa”.

E.P. Thompson
Companhia das Letras
www.companhiadasletras.com.br

 

 

 

Última atualização em Qua, 19 de Setembro de 2007 12:03